A extensão universitária na perspectiva da universidade do encontro

Rubya Mara Munhóz de Andrade, Marília Costa Morosini, Daniela Oliveira Lopes

Resumo


O artigo apresenta e discute o conceito de universidade do encontro, que tem por base uma proposta de trabalho colaborativo partilhado entre docentes, discentes e comunidade extensionista, para ampliar os espaços integradores na universidade, fortalecer a relação entre ensino, pesquisa e extensão e viabilizar práticas pedagógicas renovadas na educação superior. A pesquisa utilizou uma abordagem qualitativa, e a coleta dos dados foi realizada mediante questionário com perguntas abertas a quatro servidoras de uma universidade pública do sul do Brasil, visando identificar traços da universidade do encontro, seus desafios e relevância na articulação entre ensino, pesquisa e extensão. Na interpretação dos dados, aplicou-se a análise de conteúdo. Constatou-se que a extensão nos cursos de graduação possibilita a universidade do encontro, a qual favorece o surgimento do aluno e do professor reflexivo e pesquisador, que integram conhecimentos científicos e experiência.


Palavras-chave


educação superior; estudo de caso; extensão universitária; integração ensino-pesquisa-extensão; universidade do encontro

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, R. M. M. A extensão universitária e a democratização de ensino na perspectiva da universidade do encontro. 2019. 241 f. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós- Graduação em Educação, PUC-RS, Porto Alegre, 2019. Disponível em: http://tede2.pucrs.br/tede2/bitstream/tede/8616/2/Rubya_26_04_2019_MADM%20%281%29.pdf. Acesso em: 12 dez. 2019.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2011.

BRANDÃO, C. R. Minha casa, o mundo. Aparecida, SP: Ideias & Letras, 2008.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei do Plano Nacional de Educação (PNE 2011/2020): projeto em tramitação no Congresso Nacional – PL nº 8.035/2010. Organização: Márcia Abreu e Marcos Cordiolli. Brasília: Edições Câmara, 2011. Disponível em: http://fasubra.org.br/wp-content/uploads/2018/05/projeto-de-lei-do-plano-nacional-de-educa%C3%A7%C3%A3opne-2011-2020.pdf. Acesso em: 29 nov. 2019.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Decreto nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 dez. 2005. Seção 1, p. 1.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Texto compilado. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 16 dez. 2019.

BRASIL. Lei n° 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2001. Seção 1, p. 1.

BRASIL. Lei n° 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014. Seção 1, p. 1.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Conselho Nacional de Educação (CNE). Portaria n° 1.350. Fica homologado o Parecer CNE/CES nº 608/2018, da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, aprovado na Sessão Pública de 03 de outubro de 2018, que, junto ao Projeto de Resolução a ele anexo, institui as Diretrizes para as Políticas de Extensão da Educação Superior Brasileira. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 17 dez. 2018a. Seção 1, p. 34.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Conselho Nacional de Educação (CNE), Câmara de Educação Superior (CES). Resolução nº 7, de 18 de dezembro de 2018. Estabelece as Diretrizes para a Extensão na Educação Superior Brasileira e regimenta o disposto na Meta 12.7 da Lei nº 13.005/2014, que aprova o Plano Nacional de Educação – PNE 2014-2024 e dá outras providências. Diário oficial da União, 19 dez. 2018b, Edição 243, Seção 1, Página 49. Disponível em: http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/55877808. Acesso em: 29 nov. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Secretaria de Articulação com os Sistemas de Ensino (Sase). Planejando a próxima década: conhecendo as 20 metas do Plano Nacional de Educação. Brasília: MEC, Sase, 2014.

CAMPBELL, C.; CABREIRA, A. How sound is NSSE? Investigating the psychometric properties of NSSE at a public, research-extensive institution. The Review of Higher Education, Baltimore, MA, v. 35, n. 1, p. 77-103, set./dez. 2011.

COSTA, P. T.; VITÓRIA, M. I. C. Engajamento acadêmico: aportes para os processos de avaliação da educação superior. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (Educere), 14., 2017, Curitiba. Anais... Curitiba: PUCPR: 2017. p. 2260-2271.

ENCONTRO NACIONAL DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIRAS, 1., 1987, Brasília. Conceito de extensão, institucionalização e financiamento: documento final. In: NOGUEIRA, Maria das Dores Pimentel (Org.). Extensão universitária: diretrizes conceituais e políticas – documentos básicos do Fórum Nacional de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras 1987–2000. Belo Horizonte: PROEX/UFMG, 2000. p. 11-18. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/images/documentos/1987-I-Encontro-Nacional-do-FORPROEX.pdf. Acesso em: 20 nov. 2019.

FÁVERO, M. L. A. A universidade no Brasil: das origens à reforma universitária de 1968. Educar, Curitiba, n. 28, p. 17-36, 2004.

FERNANDES, C. M. B. Prática pedagógica. In: MOROSINI, M. C. et al. Enciclopédia de pedagogia universitária. Porto Alegre: Fapergs: Ries, 2003. [vol. 1].

Forproex ver também Encontro Nacional de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras, 1987.

FÓRUM DE PRÓ-REITORES DAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRAS (Forproex). Política Nacional de Extensão Universitária. Manaus: [s. n.], 2012. Disponível em: https://proex.ufsc.br/files/2016/04/Pol%C3%ADtica-Nacional-de-Extens%C3%A3o-Universit%C3%A1ria-e-book.pdf.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação. 16. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2013.

FULLAN, M.; HARGREAVES, A. A escola como organização aprendente: buscando uma educação de qualidade. Porto Alegre: Artmed, 2000.

GUARESCHI, P. Empoderamento. In: STRECK, D. R.; REDIN, E.; ZITKOSKI, J. (Orgs.). Dicionário Paulo Freire. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008.

KAMPFF, A. J. C. Engagement estudantil e recursos formativos no ensino superior. In: ZABALZA, M. B.; MENTGES, M. J.; VITÓRIA; M. I. C. (Orgs.). Engagement na educação superior. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2018. p. 1-11.

LEITE, C. O currículo e o multiculturalismo no sistema educativo português. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2002.

LEITE, C.; FERNANDES, P. Desafios aos professores na construção de mudanças educacionais e curriculares: que possibilidades e constrangimentos. Educação, Porto Alegre, v. 33, n. 3, p. 198-204, set./dez. 2010.

NOGUEIRA, M. D. P. Políticas de extensão universitária brasileira. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2005.

RIGO, R. M.; VITÓRIA, M. I. C.; MOREIRA, J. A. Engagement acadêmico: retrospectiva histórica. In: RIGO, R. M.; MOREIRA, J. A.; VITÓRIA, M. I. C. Promovendo o engagement estudantil na educação superior. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2018. p. 13-33.

RISTOFF, D. O novo perfil do campus brasileiro: uma análise do perfil socioeconômico do estudante de graduação. Avaliação, Campinas, v. 19, n. 3, p. 723-747, nov. 2014.

SANTOS, B. S. A crítica da razão indolente. São Paulo: Cortez, 2000.

SANTOS, B. S. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 9. ed. São Paulo: Cortez. 2003.

SANTOS, B. S. Fórum Social Mundial: manual de uso. São Paulo: Editora Cortez, 2005.

SANTOS, B. S. Um discurso sobre as ciências. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

SANTOS, B. S. A universidade no século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. São Paulo: Cortez, 2004.

SANTOS, B. S. A gramática do tempo para uma nova cultura política. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, B. S. Da universidade à pluriversidade: reflexões sobre o presente e o futuro do ensino superior. Revista Lusófona de Educação, Lisboa, v. 31, n. 31, p. 201-212, fev. 2015.

SANTOS, B. S. UnB recebe Boaventura de Sousa Santos. [Entrevista concedida a] Vanessa Vieira. UNB Notícias, 3 nov. 2017. Disponível em: https://www.noticias.unb.br/publicacoes/76-institucional/1900-unb-recebe-boaventura-de-sousasantos. Acesso em: 26 out. 2018.

SANTOS, M. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. São Paulo: Record, 2000.

SEVERINO, A. J. Prefácio. In: LUCCHESI, M. A. S. Universidade no limiar do terceiro milênio: desafios e tendências. Santos, SP: Leopoldianum, 2002. p. 15-19.

SEVERINO, F. E. S. (Org.). Ética e formação de professores: política, responsabilidade e autoridade em questão. São Paulo: Cortez, 2011.

SILVA, J. A. M. Crutac: a história da extensão universitária da UFMA no município de Codó no período de 1972 a 1979. 2013. 155 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2013.

SÍVERES, L.; MENEZES, A. L. T. (Orgs.). Transcendendo fronteiras: a contribuição da extensão nas instituições comunitárias de ensino superior. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2011.

VASCONCELOS, I. MEC homologa diretrizes da extensão. Rede Nacional de Extensão: Renex, 14 dez. 2018. Disponível em: https://www.ufmg.br/proex/renex/index.php/noticias/170-mec-homologa-diretrizes-nacionais-da-extensao>. Acesso em: 16 dez. 2018.

ZABALZA, M. A. O ensino universitário, seu cenário e seus protagonistas. São Paulo: Artmed, 2004.

ZABALZA, M. A.; MENTGES, M.; VITÓRIA, M. I. C. (Orgs.). Engagement na educação superior: conceitos, significados e contribuições para a universidade contemporânea. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.32i106.4470

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Em Aberto, Brasília, DF, Brasil. e-ISSN:  2176-6673

 A Em Aberto está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasPublic Knowledge Project
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
LatindexBASE