A literatura infantojuvenil na contemporaneidade: desafios, controvérsias e possibilidades

Edgar Roberto Kirchof, Renata Junqueira de Souza

Resumo


A literatura infantojuvenil vem passando por transformações, muitas delas relacionadas com o surgimento de novas tecnologias para produção e distribuição de textos e com as novas configurações sociais e culturais que emergem no cenário contemporâneo. Assim, as obras mais recentes trazem inovações tanto no que diz respeito à forma – e mesmo aos formatos – quanto aos temas abordados. Diante desse contexto, são discutidas duas principais questões: as razões pelas quais alguns temas são considerados difíceis ou polêmicos para crianças e jovens em livros infantojuvenis e os novos formatos dessa literatura. Com base na semiótica da cultura, o artigo sustenta que a ideia de que um tema é difícil, polêmico ou inadequado para ser abordado em livros destinados a crianças e jovens está diretamente relacionada com assimetrias existentes entre as concepções de infância e juventude de autores e certos grupos de leitores. No caso dos novos formatos, apresenta-se um panorama relativo às principais transformações desencadeadas pelas tecnologias digitais no universo infantojuvenil.


Palavras-chave


literatura infantojuvenil; novos formatos; temas polêmicos.

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVEDO, Ricardo. Aspectos instigantes da literatura infantil e juvenil. São Paulo, 2005. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2019.

BADER, Barbara. American picturebooks from Noah’s Ark to the Beast Within. New York: Macmillan, 1976.

BARBOSA, G. A. Sequência didática e estratégias de leitura na aprendizagem de produção de texto. 2017. Tese (Doutorado) – Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2017.

BIANCHINI, L. G. B.; ARRUDA, R. B.; FIGLIOLO, G. J. Significação do conhecimento e sequência expandida: uma proposta criativa para trabalhar com textos literários. Nuances: Estudos sobre Educação, Presidente Prudente, v. 26, n. 3, p. 323-342, set./dez. 2015.

BILAC, O. Poesias infantis. São Paulo: Poeteiro Editor Digital, [1904] 2014. (Projeto Livro Livre, 149).

CANEVACCI, M. Culturas eXtremas: mutações juvenis nos corpos das metrópoles. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

FALCÃO FILHO, C. A. A cultura da convergência e o universo transmidiático de H. P. Lovecraft. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL, 4.; SIMPÓSIO NACIONAL DE LITERATURA E INFORMÁTICA, 8., Passo Fundo. Anais... Passo Fundo: UPF, 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2019.

GARCIA, A. A. Poemas de brinquedo. São Paulo: Peirópolis, 2016. Em papel e em formato de aplicativo, acessível em navegadores ; e em formato de aplicativo, procurar “managana” nas lojas AppleStore e GooglePlay.

GIROTTO, C. G. G. S.; SOUZA, R. J. Estratégias de leitura: para ensinar alunos a compreender o que leem. In: MENIN, A. M. C. S. et al. (Org.). Ler e compreender: estratégias de leitura. Campinas: Mercado das letras, 2010. p. 45-114.

HUNT, P. Crítica, teoria e literatura infantil. Tradução de Cid Knifel. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

KRESS, G.; LEEUWEN, Theo van. Multimodal discourse: the modes and media of contemporary communication. London: Bloomsbury, 2017.

LOTMAN, Y. M. Estructura del texto artístico. Madrid: Ediciones Istmo, 1982.

MOLINERO, B. Livros infantis são retirados de escolas e livrarias por pressão de grupos que os acham impróprios. Folha de São Paulo, 23 nov. 2017. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2019.

NAVAS, D. O livro-objeto na literatura juvenil brasileira contemporânea. In: CARVALHO, D. B. A.; CECCANTINI, J. L.; BURLAMAQUE, F. V. Literatura infantil e juvenil: olhares contemporâneos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2019.

NIKOLAJEVA, M.; SCOTT, C. Livro ilustrado: palavras e imagens. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

PAIVA, A. P. M. A aventura do livro experimental. Belo Horizonte. Autêntica, 2010.

PINHEIRO, M. P.; CORRÊA, H. T. Literatura e visualidade: a importância do projeto gráfico em livros premiados para crianças na contemporaneidade. In: CARVALHO, D. B. A.; CECCANTINI, J. L.; BURLAMAQUE, F. V. Literatura infantil e juvenil: olhares contemporâneos. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2019.

RUSSELL, D. L. Literature for children: a short introduction. New Jersey: Pearson, 2015.

RYAN, M. L. From narrative games to playable stories: toward a poetics of interactive narrative. Storyworlds: A Journal of Narrative Studies, Baltimore, v. 1, p. 43-59, 2009.

SERAFINI, F.; KACHORSKY, D.; AGUILERA, E. Picture books in the digital age. Reading Teacher, v. 69, n. 5, p. 509-512, 2016.

SILVA, J. R. M. O ensino das estratégias de compreensão leitora: uma proposta com livros de literatura infantil. 2014. 223 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2014.

SILVA JÚNIOR, G. A guerra dos gibis: a formação do mercado editorial brasileiro e a censura aos quadrinhos, 1933-1964. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

SOLÉ, I. Estratégias de leitura. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

SOUZA, S. F. Estratégias de leitura para a formação da criança leitora. 2009. 143 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2009.

VAGULA, V. K. B. Andersen e o ensino de estratégias de leitura: relações entre leitores e textos. 2016. 390 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2016.

VAN DER LINDEN, S. Picturebook in one word and three pillars. Translated by Jon-Michael McLean. 2016. Disponível em: . Acesso em: 7 ago. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.32i105.4428

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Em Aberto, Brasília, DF, Brasil. e-ISSN:  2176-6673

 A Em Aberto está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasPublic Knowledge Project
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
LatindexBASE