Literatura infantil e temas difíceis: mediação e recepção

Lúcia Maria Barros, Fernando Azevedo

Resumo


Os temas difíceis, ou fraturantes, têm presença cada vez mais assídua na literatura para a infância publicada em Portugal. Essas temáticas integram as tendências contemporâneas, sobretudo, pela forma como são tratadas, pelos gêneros editorais a que vão dando corpo (entre os quais se destaca o álbum) e pela vontade (e necessidade) de que delas se aproxime o seu destinatário preferencial. As realidades sociais em que vivemos hoje tornam esses temas emergentes, requerendo que eles sejam tratados com a seriedade e a dignidade necessárias à sua compreensão e à consequente compreensão da realidade. Analisa-se um pequeno corpus literário de potencial recepção leitora infantil, sobre guerra, morte e bullying. Servindo o propósito do questionamento e da reflexão sobre assuntos dos quais o adulto tende a afastar a criança, são apresentadas sugestões de abordagem às obras em contexto familiar. O envolvimento de pais e crianças de 7-8 anos na exploração dos textos, a diversidade de abordagens e os produtos daí resultantes são reveladores do potencial que a atual literatura para a infância encerra, não apenas na missão de formar leitores de livros, mas, sobretudo, leitores do mundo e cidadãos felizes.


Palavras-chave


leitura; literatura infantil; Portugal.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUILAR, L. Orelhas de borboleta. Ilustrações de André Neves. Tradução Elisabete Ramos. Matosinhos, Portugal: Kalandraka, [2008] 2011. Título original: Orelhas de mariposa.

AZEVEDO, F. Palavras e imagens que permitem interrogar o mundo. In: AZEVEDO, F. et al. (Coord.). Globalização na literatura infantil: vozes, rostos e imagens. Raleigh: Lulu, 2011. p. 45-54.

AZEVEDO, F.; BALÇA, Â.; SELFA, M. S. Os conflitos bélicos e a criança na literatura infantil. Perspectiva, Florianópolis, v. 35, n. 4, p. 1141-1156, out./dez. 2017.

BASTOS, G.; TOMÉ, M. C. Rostos de Narciso?: representações da homossexualidade na literatura infantojuvenil portuguesa. In: AZEVEDO, F. et al. (Coord.). Globalização na literatura infantil: vozes, rostos e imagens. Raleigh: Lulu, 2011. p. 127-148.

CARBALLEIRA, P. C. O princípio. Ilustrações de Sonja Danowski. Tradução de Elisabete Ramos. Matosinhos, Portugal: Kalandraka, 2012.

CHAMBERS, D. H. Uma longa viagem. Ilustrações de Federico Delicado. Matosinhos, Portugal: Kalandraka, 2018.

DEBUS, E. S. D. A escravização africana na literatura infanto-juvenil: lendo dois títulos. Currículo sem Fronteiras, [s.l.] v. 12, n. 1, p. 141-156, jan./abr. 2012.

FORTES, A. Fumo. Ilustrações de Joanna Concejo. Tradução Dora Batalim Sottomayor. Pontevedra: Oqo, 2008.

GOMES, J. A. Conto estrelas em ti: 17 poetas escrevem para a infância. Ilustrações de João Caetano. Porto: Campo das Letras, 2000.

GOMES, J. A. A paz e a guerra: factos e ficções. Malasartes: Cadernos de Literatura para a Infância e Juventude, Porto, n. 20, p. 34-37, 2010.

HOSTER CABO, B.; RUIZ CAMPOS, A. M. Valores en la literatura infantil actual. In: ALVAREZ LEDO, S.; FERREIRA BOO, C.; NEIRA RODRÍGUEZ, M. (Ed.). De la literatura infantil a la promoción de la lectura. Madrid: CEU, 2013. p. 68-91.

INNOCENTI, R. Rosa branca. Matosinhos, Portugal: Kalandraka, 2018.

LAMPERT, J.; WALSH, K. ‘Keep telling them until someone listens’: understanding prevention concepts in children’s picture books dealing with child sexual abuse. Children’s Literarure in Education, [s.l.], v. 41, n. 2, p. 146-167, June 2010.

LESNIK-OBERSTEIN, K. Children’s literature: criticism and the fictional child. Oxford: Clarendon Press, 1994.

LETRIA, J. J. A guerra. Ilustrações de André Letria. Lisboa: Pato Lógico, 2018.

MAGALHÃES, A. Três histórias de amor. Ilustrações de António Modesto. Porto: Asa, 2003.

MAGALHÃES, A. O brincador. Ilustrações de José de Guimarães. Porto: Asa, 2005.

MAGALHÃES, A. Um problema muito enorme: novíssimos contos da mata dos medos. Ilustrações de Cristina Valadas. Alfragide: Texto, 2008.

MAGALHÃES, A. O senhor pina. Ilustrações de Luiz Darocha. Porto: Assírio & Alvim, 2013.

MAGALHÃES, A. Poesia-me! Ilustrações de Cristina Valadas. Porto: Asa, 2016.

MARTINS, I. M. És mesmo tu? Ilustrações de Bernardo Carvalho. Oeiras: Planeta Tangerina, 2008a.

MARTINS, I. M. O meu vizinho é um cão. Ilustrações de Madalena Matoso. Oeiras: Planeta Tangerina, 2008b.

MARTINS, I. M. Para onde vamos quando desaparecemos? Ilustrações de Madalena Matoso. Carcavelos: Planeta Tangerina, [2011] 2014.

MATEOS, M. C. Migrando. Lisboa: Orfeu Negro, 2010.

MCDANIEL, C. Children’s literature as prevention of child sexual abuse. Children’s Literarure in Education, v. 32, n. 3, p. 203-224, Sept. 2001.

MENDES, T. L. F. A morte dos avós na literatura infantil: análise de três álbuns ilustrados. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 38, n. 4, p. 1113-1127, out./dez. 2013.

MÉSSEDER, J. P. Que luz estarias a ler? Ilustrações de Ana Biscaia. [Coimbra: Xerefe Edições], 2014.

MÉSSEDER, J. P. Uma casa faz-se por dentro. In: SILVA, S. R.; RIBEIRO, J. M. (Org.). A escrita para a infância de João Pedro Mésseder ou como trocar as voltas ao silêncio. Porto: Tropelias & Companhia, 2015. p. 135-148.

MOTA, A. O grilo verde. Ilustrações de Elsa Navarro. Porto: Asa, [1985] 2016.

RAMOS, A. M. Casa da leitura: ficha. [S.d.]. Disponível em: . Acesso em: 5 maio 2017.

RAMOS, A. M. (Org.). Dia internacional do livro infantil e Hans Christian Andersen. Lisboa: Casa da Leitura, 2007.

RAMOS, A. M. Tendências contemporâneas da literatura portuguesa para a infância e juventude. Porto: Tropelias & Companhia, 2012.

RAMOS, A. M. Contornando o silêncio: a guerra colonial na LIJ portuguesa. In: FERNANDEZ, M. et al. (Coords.). De como a literatura para a infância e a juventude “é chamada à guerra”: reflexões sobre os conflitos bélicos na Galiza e em Portugal. Porto: Tropelias & Companhia, 2015. p. 95-106.

RUBIM, R. S. S.; SILVA, J. S. Literatura infantil e protocolos de leitura: uma análise de Mamãe nunca me contou, de Babette Cole. Revista de Letras Norte@mentos, Sinop, v. 10, n. 21, p. 196-210, jan./jun. 2017.

SALDANHA, A. Gato procura-se. Ilustrações de Yara Kono. Alfragide: Caminho, 2015.

SANNA, F. A viagem. Lisboa: Fábula, 2018.

SILVA, S. R. Encontros e reencontros: estudos sobre literatura infantil e juvenil. Porto: Tropelias & Companhia, 2010.

SOARES, L. D. O soldado João. Ilustrações de Zé Manel. Lisboa: Estúdios Cor, 1973.

SOARES, L. D. Há sempre uma estrela no Natal. Ilustrações de Fátima Afonso. Porto: Civilização, 2006.

SOARES, L. D. A cavalo no tempo. Porto: Porto Editora, [2003] 2016.

WILLINGHAM, D. T. Educando niños lectores: lo que padres y maestros pueden hacer. [S.l.]: Teell, 2016.

ZEE, R. V. História de Erika. Ilustração de Roberto Innocenti. Tradução de Alexandre Faria. Matosinhos, Portugal: Kalandraka, 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.32i105.4398

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Em Aberto, Brasília, DF, Brasil. e-ISSN:  2176-6673

 A Em Aberto está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0).

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasPublic Knowledge Project
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
LatindexBASE