Escola como locus da formação continuada e o Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio: efeitos na vida dos professores

Licinia Maria Correa, Maria Amália de Almeida Cunha, Teodoro Zanardi, Liliane Oliveira Palhares Silva

Resumo


O Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio (PNEM) é uma política tripartite que uniu esforços de Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), das secretarias estaduais de educação e das universidades públicas federais e, para analisar os efeitos dessa experiência, tomou-se como universo empírico o processo de formação continuada coordenado e executado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) no biênio 2014-2015. A singularidade dessa formação consistiu em orientar-se para o estudo das Diretrizes Curriculares Nacionais do Ensino Médio, com base em um conjunto de temas que possibilitasse aos docentes refletirem coletivamente sobre o ensino médio enquanto etapa final e essencial da educação básica. A primeira fase da formação teve como temática “Sujeitos do ensino médio e formação humana integral”, e a segunda abarcou o exame aprofundado das áreas de conhecimento, contemplando a reescrita coletiva do projeto político-pedagógico da escola. A particularidade e a eficácia desse programa estão na centralidade da escola como locus privilegiado de formação e no professor como sujeito epistêmico que elabora e produz conhecimento.


Palavras-chave


ensino médio; formação de professores; análise da prática pedagógica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, T.; REZENDE PINTO, J. M. Remuneração e características do trabalho docente no Brasil: um aporte. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. 143, p. 606-639, maio/ago. 2011. Disponível em: .

BOURDIEU, P.; CHAMPAGNE, P. Os excluídos do interior. In: BOURDIEU, Pierre. Escritos de educação. Organizado por Maria Alice Nogeuria e Afrânio Catani. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998. p. 217-227.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Câmara dos Deputados, 2016.

BRASIL. Emenda Constitucional nº 59, de 11 de novembro de 2009. Acrescenta § 3º ao art. 76 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias para reduzir, anualmente, a partir do exercício de 2009, o percentual da Desvinculação das Receitas da União incidente sobre os recursos destinados à manutenção e desenvolvimento do ensino de que trata o art. 212 da Constituição Federal, dá nova redação aos incisos I e VII do art. 208, de forma a prever a obrigatoriedade do ensino de quatro a dezessete anos e ampliar a abrangência dos programas suplementares para todas as etapas da educação básica, e dá nova redação ao § 4º do art. 211 e ao § 3º do art. 212 e ao caput do art. 214, com a inserção neste dispositivo de inciso VI. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 12 nov. 2009. Seção 1, p. 8.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Seção 1, p. 27833.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014. Seção 1, ed. extra, p. 1.

BRASIL. Medida provisória nº 746, de 23 de setembro de 2016 [sumário executivo]. Ementa: Institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 [...] e a Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007 [...]. Disponível em: .

BRASIL. Conselho Nacional de Educação (CNE). Câmara de Educação Básica (CEB). Parecer nº 5, de 4 de maio de 2011. Diretrizes Curriculares Nacionais para o ensino médio. Disponível em: . Acesso em: 4 jun. 2016.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação (CNE). Câmara de Educação Básica (CEB). Resolução nº 2, de 30 de janeiro de 2012. Define Diretrizes Curriculares Nacionais para o ensino médio. Disponível em Acesso em: 4 jun. 2016.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Microdados: Censo da Educação Básica 2013. 2014. Disponível em: . Acesso em: 5 jun. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). PNE em movimento: situação das metas dos planos. 2013a. Disponível em: . Acesso em: 6 jun. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Portaria nº 1.140, de 22 de novembro de 2013. Institui o Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio e define suas diretrizes gerais, forma, condições e critérios para a concessão de bolsas de estudo e pesquisa no âmbito do ensino médio público, nas redes estaduais e distrital de educação. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 9 dez. 2013b. Seção 1, p. 24. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Secretaria de Educação Básica (SEB). Pacto Nacional pelo Ensino Médio: formação de professores do ensino médio: documento orientador preliminar. Brasília: MEC/SEB, 2013c. Disponível em: .

DUBET, F. Sociologie de l’expérience. Paris: Seuil, 1994.

COSTA, G. L. M.; OLIVEIRA, C. S.; MEDEIROS, G. A formação do professor no ensino médio no Brasil e o Plano Nacional de Educação. Poiésis, Tubarão, SC, v. 10, n. 17, p. 85-101, jan./jun. 2016. Disponível em: .

HARGREAVES, A. Os professores em tempos de mudanças: o trabalho e a cultura dos professores na idade pós-moderna. Lisboa: McGraw-Hill de Portugal, 1998.

KRAWCZYK. N. O ensino médio no Brasil. São Paulo: Ação Educativa, 2009. (Série Em Questão, n. 6).

KUENZER, A. Z. A formação de professores para o ensino médio: velhos problemas, novos desafios. Educação & Sociedade, Campinas, v. 32, n. 116, p. 667-688, jul./set. 2011. Disponível em: .

MAIA, C. L.; CORREA, L. M. Ver, ouvir e registrar: compondo um mosaico das juventudes brasileiras. In: CORREA, L. M.; ALVES, M. Z.; MAIA, C. L. (Org.). Cadernos temáticos: juventude brasileira e ensino médio. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 2014.

PELLEGRINO, M.; CARRANO, P. Jovens e escola: compartilhando territórios e o sentido de presença. In: A ESCOLA e o mundo juvenil: experiências e reflexões. São Paulo: Ação Educativa, 2003. (Série Em Questão, n. 1).

OBSERVATÓRIO DO PNE. Meta 3: ensino médio. 2013. Disponível em: . Acesso em: 5 jun. 2016.

RELATÓRIO do desenvolvimento humano 2015. Nova York: Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, 2015.

SARMENTO, M. J. A vez e a voz dos professores: contributo para o estudo da cultura organizacional da escola primária. Porto: Porto Editora, 1994.

SILVA, M. R.; COLONTONIO, E. (Org.). Formação de Professores do Ensino Médio: cadernos de resumos [do III Seminário do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio, Curitiba, 4 e 5 de maio de 2016]. Disponível em: http://www.observatoriodoensinomedio.ufpr.br/wp-content/uploads/2014/03/MEC-Resumos-WEB.pdf

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Relatório do Projeto de Formação Continuada: Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio. Belo Horizonte, MG, 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.30i98.3198

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Em Aberto, Brasília, DF, Brasil. e-ISSN:  2176-6673

Licença Creative Commons A Em Aberto está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasPublic Knowledge Project
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
LatindexBASE